14 de novembro de 2014


Nesse mundo de plástico e de ruído, quero ser de barro e de silêncio"

 - Eduardo Galeano.