20 de maio de 2013

Foto: O acaso sempre teve para mim um sentido muito claro. Mas às vezes quando acordo eu sinto um espanto pueril: por que eu sou eu?  Simone de Beauvoir
O acaso sempre teve para mim um sentido muito claro. Mas às vezes quando acordo eu sinto um espanto pueril: por que eu sou eu? 
 
 
Simone de Beauvoir