30 de janeiro de 2015

 
Frida

Fascinada pelas cores fortes, características do
seu país, Frida Kahlo, a artista e militante política
de esquerda que virou sinônimo de superação e
que detestava o rótulo de surrealista, produziria
em pouco tempo um importante acervo de obras
de arte, na maioria pintura de autorretratos, que
encantaram e ainda encantam, mais de 100 anos
depois de seu nascimento...

Imagem: Frida Kahlo em sua casa na cidade do
México, 1951, fotografada por Gisèle Freund.