22 de dezembro de 2013

 
'Sigo à risca. Me descuido e vou...
Quebro a cara. Quebro o coração. Tropeço em mim. Me atolo nos cinco sentidos. Viver não é perigoso?
Então, com licença!
Não tenho medo.'

 
 
( Guimarães Rosa )