17 de dezembro de 2013


"Eu queria aprender
o idioma das árvores.
Saber das canções do vento
nas folhas da tarde.
Eu queria apalpar os perfumes do sol."

 
(Manoel de Barros, 'in' Cantigas por um passarinho à toa)