5 de dezembro de 2012


"(...)e nós que morávamos um no outro, ficamos sem casa.
Perdoe a falta de abrigo, é que agora eu moro no caminho."

 

Marla de Queiroz