30 de novembro de 2012


A timidez é uma condição estranha da alma, uma categoria e uma dimensão que se abre para a solidão. Também é um sofrimento inseparável, como se agente tivesse duas epidermes e a segunda pele interior se irritasse e se contraísse diante da vida. Entre as estruturações do homem, esta qualidade ou este defeito são parte da amálgama que vai fundamentando, numa longa circunstância, a perpetuidade do ser.
 

Pablo Neruda