27 de outubro de 2012

 
"Queria apenas tentar viver aquilo que brotava espontaneamente de mim. Por que isso me era tão difícil?
[...] Quem quiser nascer tem que destruir um mundo; destruir no sentido de romper com o passado e as tradições já mortas, desvincular-se do meio excessivamente cômodo e seguro da infância para a conseqüente dolorosa busca da própria razão do existir: SER é OUSAR SER."
 
 
Hermann Hesse