26 de setembro de 2012




Soltar não é subtrair-me, mas perceber que eu não posso controlar os outros. Soltar não é tentar mudar os outros, mas dar o máximo de mim. Soltar não é corrigir, mas dar suporte. Soltar não é negar, mas aceitar. Soltar não é ajustar tudo de acordo com os meus desejos, mas aceitar cada dia como venha. Soltar não é parar de cuidar. Soltar é amedrontar-se menos e amar mais.  



 (Brahma Kumaris)