21 de setembro de 2011


E eu me lembrarei de você
com tanta doçura
que adoçarei todos os meus dias
E eu pronunciarei teu nome com
tanta ternura, que o meu coração
de rosas transbordará
Colherei essas rosas
Inundar-me-ei desse perfume
E devolverei a ti todas as manhãs.

 

-Arnalda Rabelo-