30 de agosto de 2014


hoje estou melancólica e suspirosa como minha mãe,
choveu muito, a água invadiu este porão de lembranças,
bóiam na enxurrada a caminho do rio.
deixo que naveguem, pois não as perderei.
o rio é dentro de mim.

 
Adélia Prado