16 de agosto de 2014



(...) Todas as minhas somas dão errado, só acerto algumas vezes nas subtrações. Não digo que aprendi mas fui forçado a não fixar pontos de fuga. Sou apenas meticuloso como os loucos o sabem ser, arrastando atrás de si as suas paixões. A vida que me desculpe, não tenho para ela grandes projetos. Prefiro andar atento e ser-lhe sensível.

 

___ Diogo Vaz Pinto.