28 de abril de 2014

 

Um amor não é feito só de sentimentos, e nem só de planos, e nem só de atos heróicos, e nem só de ações. Um amor, quando é bem grande, fica tão grande que precisa se tornar presente, precisa ser expressado e concretizado. Talvez porque todo amor, mesmo novinho, mesmo cheio de esperança de durar,
 sabe que é frágil e que pode acabar antes mesmo de conseguir renovar-se.
 E precisa deixar muitos sinais, muitas marcas para ser lembrado.
Porque o sonho de todo amor, se não puder ser eterno, é ser assim: inesquecível.

 
 
Vinícius de Moraes