27 de fevereiro de 2014



Impossível enquadrar o que lateja,
o que arde,
o que grita dentro de nós


(Clarice Lispector)