23 de fevereiro de 2014

meus amigos
quando me dão a mão
sempre me deixam
outra coisa

presença
olhar
lembrança calor

meus amigos
quando me dão
deixam na minha
a sua mão

 

poema em forma de Paulo Leminski