9 de janeiro de 2013

"Eu abri um livro e eu caminhava.
Agora ninguém pode me encontrar.
deixei minha cadeira, minha casa, meu caminho,
minha cidade e meu mundo atrás de mim.
estou vestindo o manto, eu escorreguei no ringue,
eu engoli a poção mágica.
eu lutei com um dragão, jantei com um rei,
e nadei em um oceano sem fundo.
abri um livro e fiz alguns amigos.
que partilharam as suas lágrimas e risos
e seguiram seus caminhos em seus solavancos e curvas
para o felizes para sempre.
terminei meu livro e que eu percebi...
A capa não pode mais me esconder.
minha cadeira e minha casa continuam as mesmas,
mas eu tenho um livro dentro de mim. "
 


- Julia Donaldson