25 de maio de 2012


Tenho dó das estrelas
Luzindo há tanto tempo,
Há tanto tempo
Tenho dó delas.
Não haverá um cansaço
Das coisas, de todas as coisas,
Um cansaço de existir,
De ser,
Só de ser


Fernando Pessoa