24 de maio de 2012

Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço.

 


Oswaldo Montenegro