18 de maio de 2012


"Amor é dado de graça, é semeado no vento, na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários e a regulamentos vários."


Carlos Drummond de Andrade