30 de outubro de 2011


Joga fora tudo que te prende ao passado,
ao mundinho de coisas tristes…
Fotos, peças de roupa, papel de bala,
ingressos de cinema, bilhetes de viagens
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora, mas principalmente…
esvazie seu coração, fique pronto
para a vida, para um novo amor.
Lembre-se: Somos apaixonáveis…
Somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas…
Nós somos o “Amor”…

 


Carlos Drummond Andrade