7 de julho de 2011


O amor não é uma conquista, é um achado, é um presente... Não avaliamos os presentes: aceitamos, agradecemos e, se possível, retribuímos.