9 de julho de 2011


Não quero nunca
renunciar à liberdade
deliciosa de me enganar.

 


Che Guevara