9 de julho de 2011


Gosto das belas coisas claras e simples,
das grandes ternuras perfeitas,
das doces compreensões silenciosas,
gosto de tudo, enfim,
onde encontro um pouco de
Beleza e de Verdade.

 


Florbela Espanca